Nossas máscaras.

Dulce Magalhães fala lindamente sobre as máscaras que adquirimos durante a vida. "Redescobrir a si mesmo é retirar a máscara. Não para uma nudez de sentimentos, onde tudo está exposto, num caos revolucionário... É preciso retirar a máscara para ver-se intimamente, reconhecer seus próprios padrões para a vida, refazer escolhas, reconsiderar projetos, realizar propósitos." Na íntegra, clique em desmascare-se. Abraços, Tati Girardi 🙂 41 3528.2312 41 99244.2312 tatiana@espacodobemestar.com Facebook Twitter Linkedin

Desabafar melhora o cérebro e a vida

Cada vez mais estudos comprovam a importância de falarmos sobre o que sentimos. O psicólogo Julio Peres, conseguiu mostrar que a conversa modifica o funcionamento do cérebro através de pesquisas em seu doutorado.  “Quem passou pela psicoterapia apresentou maior atividade no córtex pré-frontal, que está envolvido com a classificação e a ‘rotulagem’ da experiência”, diz Peres. “Por outro lado, a atividade da amígdala, que está relacionada à expressão do medo, foi menos intensa. Isso fortalece

Coaching: respeite o seu ‘sucesso’

O que é sucesso ou ser bem-sucedido pra você? Vale muito a pena se permitir entender o que realmente faz sentido pra você, independente de todo os resto. Ruth Manus expõem esse tema de uma forma interessante. Clique em pra pensar e saiba mais. Um processo de coaching pode trazer muita clareza em relação a isso. Entenda melhor o que é Coaching.  Abraços, Tati Girardi 🙂 41 3528.2312 41 99244.2312 tatiana@espacodobemestar.com Facebook Twitter Linkedin

Os hormônios da felicidade

Cada vez mais estudos científicos estão comprovando o quanto os nossos hormônios podem nos fazer bem e o quanto podem nos prejudicar. Vale conhecer maneiras simples para ativar  quatro substâncias químicas da felicidade, sem drogas ou substâncias nocivas. Clique em felicidade e saiba mais. Abraços, Tati Girardi 🙂 41 3528.2312 41 99244.2312 tatiana@espacodobemestar.com Facebook Twitter Linkedin

Depoimento: coaching como ponto de mutação

“O melhor do processo de coaching é,  depois de se propor a revisitar suas fragilidades, se descobrir uma pessoa melhor ao final da jornada. Sempre me julguei independente, pragmática, segura de minhas decisões e no controle de todas as situações. Até que fui demitida do emprego dos sonhos e me desequilibrei completamente a ponto de não fazer a menor ideia do que fazer da vida, literalmente. Depois de um período de terapia, consegui me reestabelecer

Existe algo que só você tem a dar!

O tipo de textão que vale a pena ler e interiorizar. Texto de Patrícia Gebrim. " Estamos vivendo um momento desafiador no Brasil. Na verdade creio que a onda que está revolvendo nossas entranhas é global. A sombra veio à tona. O escondido está sendo revelado, e isso não se refere apenas à situação político-econômico-social, mas a cada um de nós. A forma como reagimos a esse momento revela também nossas sombras. Isso não é

Coaching: por que fazemos o que fazemos?

No seu mais recente livro - Por que fazemos o que fazemos? - Mario Sergio Cortella coerentemente nos fala o seguinte: "Uma parte das pessoas delira. Ela delira imaginando o que pode ser sem construir os passos para que isso seja possível. Por que no campo do empreendedorismo existe um nível de fracasso muito forte? Porque se colocou mais o delírio do que a ideia de um sonho. O sonho é aquilo que você constrói