O que é Aromaterapia?

AROMATERAPIA

Saiba mais sobre as essências: http://www.bysamia.com.br/

O texto abaixo é do site da Aromalândia – http://www.aromalandia.com.br/

História: Aromaterapia é uma palavra que foi criada em 1920 por René-Maurice Gattefosse, Ph.D., que era um químico francês especialista na área de cosmética.
Enquanto trabalhava em seu laboratório, ele sofreu um acidente que resultou em uma queimadura de terceiro grau em sua mão e antebraço. Ele mergulhou seu braço em uma tina contendo óleo de lavanda, crendo que era água. Para sua surpresa, a dor da queimadura rapidamente diminuiu e durante um curto espaço de tempo, com o contínuo emprego do óleo de lavanda, a queimadura cicatrizou completamente sem a presença de qualquer tipo de cicatriz.
Como químico, Gattefosse analisou o óleo essencial de lavanda e descobriu que ele continha uma série de substâncias químicas de extraordinárias propriedades terapêuticas. Assim, com este resultado ele dedicou-se profundamente ao estudo do poder curativo dos óleos essenciais.
Posteriormente, baseado nas pesquisas de Gattefossé, um médico francês, o Dr. Jean Valnet, teria desenvolvido o primeiro sistema de terapia através dos óleos essenciais. Durante a segunda guerra mundial, onde serviu como médico na frente armada francesa nas muralhas da China, tratando das vítimas, o Doutor Valnet ficou sem antibióticos, então resolveu tentar fazer uso dos óleos essenciais. Para seu espanto, eles possuíam um poderoso efeito em reduzir e parar com os processos infecciosos, estando assim, o Dr. Valnet, possibilitado de salvar muitos soldados que de outro modo morreriam sem os antibióticos.
Foi devido ao nascimento de uma nova forma de terapia, que não possuía ainda uma denominação clara e que fazia uso dos “aromas” presentes nos óleos essenciais para tratar corpo e mente, que Gattefosse criou o termo aromaterapia, que se espalhou por todo o mundo. Inclusive Gatefosse foi quem escreveu o primeiro livro sobre o assunto que recebeu o mesmo nome.
Atualmente a aromaterapia é uma forma de tratamento reconhecida em diferentes países e pela Organização Mundial da Saúde.
Uso:
Atualmente, devido à sua grande diversidade de uso, podemos dividir a aromaterapia em duas grandes áreas:
– Fisiológica, com o uso de massagens, reflexologia, banhos, compressas, inalação, sua ingestão e como técnica de beleza aliada ao uso de cosméticos e outros produtos.
– Psicológica, conhecida como psicoaromaterapia, tem o objetivo de harmonizar e curar o ser humano em nível de sua alma, através do uso dos aromas com os seus efeitos psicológicos emocionais e mentais relacionados sobre a consciência do ser humano.
Seja como for, com o crescente interesse das pessoas na área e o aumento gradativo de profissionais atuando de forma mais consciente no meio, este receba um maior impulso dentro da Brasil, conseguindo com isso levar ao público o conhecimento dos excelentes empregos terapêuticos da aromaterapia.
Aprovação científica: foi publicada na edição de Agosto/2008 da Revista Saúde da Editora Abril, a seguinte matéria: “ pesquisadores do departamento de psicobiologia da Universidade Federal de São Paulo, a UNIFESP, comprovaram que os óleos essenciais de lavanda e laranja são relaxantes. Outros óleos também estão sendo pesquisados como o de rosa que também é calmante e o de alecrim, que tem um efeito antidepressivo.
31 de dezembro de 2020
31 de dezembro de 2020
24 de dezembro de 2020
2 de novembro de 2020

Nenhum Comentário

Deixe um comentário.